Raimundo-Salles-Efigenia-e-Ruslan2 Raimundo-Salles-Efigenia-e-Ruslan1 Raimundo-Salles-Efigenia-e-Ruslan Raimundo-Salles-Efigenia-e-Ruslan3

Raimundo Salles, secretário de Cultura, nesta terça-feira, dia 7, prestou homenagem ao artista Ruslan Gawriljuk pelo trabalho que desempenhou na cidade de Santo André. O evento, que aconteceu no Teatro Municipal de Santo André, contou com a apresentação da Camerata Andreense e com a espetacular apresentação do Ballet Ruslan: “A dança no mundo”, que apresenta diversas culturas pelo mundo através de danças características de cada país, Egito, Japão, Espanha, Itália, Rússia, Brasil entre outros países.

Conheça um pouco sobre Ruslan Gawriljuk

Diante do triste cenário imposto pela Segunda Guerra Mundial, Ruslan Gawriljuk surgia para as artes entre os escombros da Áustria, em Salzburg, nascido em 14 de Agosto de 1939, em Odessa. Desde pequeno, com 7 anos de idade, dedicou-se ao aprendizado do violino. Aos 10 anos desembarcava com seus pais Nina e Stanislaw Gawriljuk em solo brasileiro, onde a brutal diferença de temperatura, de zero grau para os quarenta graus do Rio de Janeiro, foi a maior dificuldade de adaptação. Aos 11 anos vieram para Vila Zelina, capital São Paulo, onde concentravam-se imigrantes de origem eslava, e aos 13 anos chegavam em Santo André. Em uma família de artistas, seu pai Stanislaw Gawriljuk foi ator e cantor de operetas; seu tio Leonid Urbeni, foi maestro da primeira formação da Orquestra Sinfônica de Santo André, da qual Ruslan, aos 14 anos, participava como violinista, e logo formou seu próprio conjunto musical com o qual tocava em bailes, eventos e restaurantes. Num desses bailes, conheceu sua esposa Efigênia Gawriljuk e teve três filhos: Tânia, Helena e Douglas.

Com problemas musculares de crescimento, médicos indicaram aos seus pais para que ele fizesse exercícios físicos, e assim resolveram colocá-lo no Ballet Clássico com os Mestres Paulo e Maria Zemerov. No mundo da dança, Ruslan foi membro do Corpo de Baile do Teatro Municipal de São Paulo e Cia. do Rio de Janeiro onde interpretou Dom Quixote, Lago dos Cisnes, Coppélia, Le Sylfide e outros clássicos. Foi partner de grandes bailarinas de São Paulo como Marlene Berlardi, Maria Helena Mazzetti, Aracy Evans, Maria Pia, Marilia Franco, IvoniceSatie, Toshie Kobayashi, Araci de Almeida, e do Rio de Janeiro com Cristina Galvão, Eliana Karin, Eleonora Eleoes e Ruth de Lima. Junto com estas bailarinas conquistou inúmeros troféus.

Fez aperfeiçoamento com grandes mestras do Rio de Janeiro, em ballet clássico com Eugênia Feodorova, Dança Moderna com Nina Verginina e em Campinas foi professor e coreógrafo na Academia de Lina Penteado.

Além dos palcos, levou o balé para os primeiros estúdios brasileiros de TV, na TV TUPI participou do programa Abelardo Figueiredo, J. Silvestre, Silvio Santos, e Concertos Matinais no Teatro Municipal de São Paulo; na TV Record participou já com seus alunos da Academia de Ballet Santo André nas gincanas Kibon; na TV Cultura se apresentou em programas com a Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo; e na TV Bandeirantes participou de programas com Flávio Cavalcanti, dançou com Hiromi Miassaka, Sandra Robles, Mônica Pavão, Sônia Gloe, Helena Gawriljuk e com suas alunas coreografando seus próprios ballets.

Na década de 80 a Academia de Ballet Santo André passou a ser chamada de Ballet Ruslan, que participou de Festivais sempre com muito sucesso até os dias de hoje.

Há 20 anos atrás se dedicou mais a carreira de Violinista, e com seus amigos Villa e Márcia Hutterer formaram o Atrium Musical, se apresentando em vários Municípios.

Com a pianista Maria de Lourdes Navarro fizeram ballets com música ao vivo e com Marlene Garcez formou dupla onde se apresentavam em eventos com Músicas Populares Nacionais e Internacionais.

Atualmente, se apresenta como Solista em Hospitais, Casas de Repouso, Escolas Municipais e Estaduais, Congressos e Eventos em Hotéis na Estância Hidromineral do Circuito das Águas do Estado de São Paulo.

Compartilhe: