Raimundo-Salles-na-Catedral-de-Santo-Isaac A-Catedral-de-Santo-Isaac

A Catedral de Santo Isaac é a maior e mais suntuosa catedral ortodoxa de São Petersburgo, Rússia. A catedral, dedicada ao padroeiro de Pedro, o Grande, foi construída entre 1818 e 1858 em estilo predominantemente neoclássico, com a inserção de adornos bizantinos.

Antigamente, na zona do Almirantado existia uma pequena igreja de madeira dedicada a Santo Isaac da Dalmácia, que se substituiu por outra de pedra, que ficou imprestável em meados do século 18. Por último, no início do século 19, decide-se erguer uma nova catedral. Participam no concurso destacados arquitetos da época. Saiu vencedor o jovem arquiteto francês Auguste de Montferrand. As obras prolongaram-se de 1818 até 1858.

Na decoração da Catedral de Santo Isaac empregaram-se 43 tipos de minerais. O zimbório foi revestido de granito, e o interior, paredes e chão de mármores russos, italianos e franceses, as colunas do retábulo foram revestidas de malaquita e lápis-lazúli. Para dourar a cúpula de 21,8m de diâmetro, empregaram-se cerca de 100 kg de ouro. Adornam a catedral quase 400 obras entre esculturas, pinturas e mosaicos. Tem capacidade para 14 mil pessoas.

Desde 1931 que a catedral é um museu. Pode-se subir até à base da cúpula, de onde se desfruta de uma magnífica vista de São Petersburgo.

Compartilhe: